Ao no Exorcist Ep.5

Hoje atrasei o que planejava adiantar por um simples motivo: acordei 4:30 da tarde e depois fui ao cinema ver Thor. O filme é muito bom, alias, melhor do que eu esperava porem me decepcionei mais para seu final, que ficou devendo em alguns pontos. De qualquer modo, recomendo demais para quem gosta de heróis, explosões e ação descontraída. Enfim, vamos ao resumo!

O episodio começa com Shiemi correndo de um monte de zumbis num lugar parecido com um templo abandonado e prestes a ser devorada, quando Rin aparece do alto e mata todos com uma única espadada. Todos os alunos da classe aparecem e começam a cumprimentá-lo e elogiá-lo para ao final oferecerem um prato grelhado como recompensa. Ele fica babando e nisso começamos a ouvir alguém chamando seu nome… Na realidade, era tudo um sonho que ele estava tendo enquanto dormia em uma das aulas de exorcismo.

O começo do episódio basicamente repete essa cena de Rin dormindo e sonhando em ser um excelente exorcista e sendo chamado a atenção pelo professor da classe em questão. De momento em momento vemos outro garoto da classe encarando Rin e ficando irritado com a atitude dele de dormir em uma aula de exorcismo, sem levar aquilo na seriedade.

Depois da abertura, voltamos a cenas de Rin dormindo e sendo acordado pelos professores e o outro garoto ficando cada vez mais irritado. Até que chega a aula de Yukio, que esta devolvendo as provas com as devidas notas. Rin pergunta a Shiemi por que ela esta tão eufórica, no que a garota responde que como sua casa é uma loja de produtos de exorcismo (a matéria da prova) aquilo era meio que a especialidade dela. Yukio a chama, mostrando seu 42 (no Japão, o sistema de notas é comumente validade de 0 a 100 pontos, basicamente divide por 10 e temos as notas correspondentes aqui no Brasil, ou seja, ela tirou 4,2), e começa a fazer algumas perguntas sobre o que eram alguns dos itens. Shiemi responde tudo certo porem sem dar o nome correto, o que faz Yukio brincar com ela dizendo que não tem problemas ela nomear os itens do jeito que ela quiser, desde que nas provas ela use as nomenclaturas oficiais. Isso gera risada em Rin, que zoa a menina por ter dito que aquilo era sua especialidade e tirado aquela nota.

Yukio briga com Rin e o chama para receber sua prova, mostrando que o garoto tirou 2 (lembrem-se que a nota varia de 0 a 100, ou seja, ele tirou 0,2!). Por causa dessa nota, o outro garoto começa a zoar Rin, dizendo que ele não tinha moral pra dizer nada, o que deixa o garoto bravo. O rapaz então vai pegar sua nota e se exibe para Rin com seu 98, o que obviamente causou fúria nele. Rin começa a discutir com o garoto sobre como aquilo é possível até que o sinal toca e a classe é dispensada.

No intervalo, vemos Rin, Shiemi e Yukio conversando no jardim até que Yukio sai para dar sua aula e Rin fica sozinho com Shiemi (essa cena foi muiiito kawaii porque ver o estado dere do Rin e o jeito airhead da Shiemi de certo modo combinou demais!). Encabulado e sem saber o que dizer agora que estavam a sós, Rin pergunta sobre que classe a garota é, no que ela responde que, como é tímida demais, não vai nem no colegial nem freqüentou o ginasial (uma nota aqui: no Japão, o colegial não é obrigatório, sendo o ensino compulsório até o ginásio apenas. Alem disso,  tanto o colegial quando o ginásio tem 3 anos cada e o primário consistindo dos 6 primeiros anos e não os 4 primeiros como é aqui. Ou seja, Shiemi não freqüentava a escola desde os 11/12 anos!).

Enquanto estão conversando, Shiemi pergunta a Rin se ele tem amigos e quando ia pedir para ele ser amigo dela, três garotos interrompem a conversa, sendo eles Suguro Ryuuji, o garoto que implicou com Rin na aula, Shima Renzou e Miwa Konekomaru, dois garotos que sempre andam com Ryuuji. (nota aqui: descobri agora o sobrenome do garoto… Konekomaru. Curiosidade: koneko é como os caras costumam chamar as meninas de “gatinha” no Japão, sendo ko(子)=criança, pessoa pequena, filhote e neko(猫)=gato, acrescentando o “chan” ao final. Maru(丸) é um sufixo comum japonês em nomes masculinos que denomina bravura, masculinidade, etc e era comumente associado a nomes de samurais ou senhores feudais…apenas uma curiosidade).

Os dois têm uma breve discussão e em seguida a cena muda para um espaço fechado no subsolo de algum lugar onde a classe esta fazendo ala de educação física. O treino consiste em fugir de um sapo gigante e sincronizar a velocidade de fuga com o do demônio perseguindo. Rin e Ryuuji ficam disputando quem é melhor e ao final acabam entrando numa briga quase séria sendo separados pelos colegas e pelo professor pra La de bizarro. Enquanto Ryuuji toma bronca, Rin ouve de seus colegas a historia do garoto e porque ele é tão serio e inflexível. Ele quer matar satã, assim como Rin, por causa de um evento chamado Noite azul que acabou por destruir o templo deles. Ele aconteceu há 16 anos e muitos monges foram possuídos e mortos por satã, sendo que no caso, vários religiosos faziam mantras no templo e acabaram sendo incinerados e tendo seus corpos ensangüentados por chamas azuis. Essa foi a cena vista nos primeiros minutos do anime, bem no primeiro episodio, ou seja, aquela cena aconteceu como prelúdio de tudo, 16 anos atrás.

Rin fica então sabendo que o pai de Ryuuji foi o único sobrevivente do massacre, na época sendo apenas um simples monge. Depois de muitos anos ele se tornou o sacerdote mestre do templo e continuou com seu aprendizado porem por algum motivo misterioso, muitos dos religiosos do local foram morrendo, o que fez com que o lugar ficasse com fama de amaldiçoado e seus seguidores foram saindo. Por causa disso, ele jurou que iria matar satã e nisso Rin percebe que de certo modo ambos são parecidos, o que deixa ele com certa simpatia pelo outro garoto.

Depois, por um motivo bizarro, o professor sai da aula e deixa os alunos estudando sozinho. Nisso Ryuuji e Rin começam a discutir novamente e Ryuuji propõem um desafio: ambos irão ficar frente a frente com o demônio e toca-lo sem que sejam atacados. Como esses seres pressentem medo, angustia, etc, quem vacilar será morto. Rin faz cara de quem vai aceitar mas se nega, dizendo que era idiotice e que ele não precisava provar nada a ninguém, mas na realidade era porque ele não podia sacar sua espada e mostrar seu poder caso alguma coisa desse errado. Irritado, Ryuuji diz que faria isso sozinho e vai em direção ao demônio.

De começo ele conseguiu, mas depois de lembrar-se de todos rindo dele por querer algo tão infantil como atar satã, sua calma muda e o demônio pressente isso, atacando-o. Nessa hora Rin sai correndo em direção ao demônio e entra na frente momentos antes dele tentar devorar Ryuuji, sendo pego pela boca do sapo em seu lugar. Irritado, Rin da uma bronca no colega e diz para o demônio soltar. Esse por sua vez pressente o demônio interior de Rin e obedece. Logo em seguida, Rin tenta amenizar a situação e diz que quem vai matar satã é ele, de modo que o garoto não seja o único que é visto estranho por ter esse motivo. Depois de tudo calmo, vemos Yukio escondido com a arma apontada para o demônio prestes a atirar mas abaixa sua guarda assim que as coisas se amenizam. Pelo telefone, ele conversa com Mephisto dizendo que tudo esta em e que Rin não sacou sua espada.

Nisso temos um corte de cena e vemos Mephisto num prédio alto em construção tomando seu característico chá quando chega um outro personagem, O rei da terra Amaimon. Ele chama Mephisto de Nii-san, implicando que são irmãos. Mephisto pergunta como esta Gehema (o mundo demoníaco). Amaimon diz que estão todos eufóricos com a noticia de que o filho de satã esta em Assiah. Mephisto manda dizer para todos os seus irmãos que o irmão mais novo deles (Rin) esta sendo criado sobre seus cuidados, para a inveja de todos e que o plano esta correndo tudo bem. Amaimon pergunta quando Mephisto iria voltar para Gehema, mas é dispensado por ele. Falando sozinho, Mephisto diz que não pretende voltar, pois para um Disseminador de problemas e discórdia como ele, não havia playground melhor do que o mundo dos humanos.

Depois do encerramento, temos mais uma cena com Rin e Shiemi tendo aulas extras sobre exorcismo com Yukio na classe e vemos Rin tentando seriamente estudar depois de tudo o que aconteceu. Ryuuji aparece para tentar ajudar e agradecer por ele ter salvado sua vida, mas é desaforado por Rin e os dois começam a discutir novamente. Assim o episodio acaba.

O que posso dizer sobre esse ep? Eu gostei demais pelo fato de que agora sabemos que algo ruim esta acontecendo e com a cena de Mephisto e Amaimon no final temos idéia do que há por trás de toda aquela escola… Esta ficando cada vez mais interessante! Em nota: eu nunca confiei naquele Mephisto!

OMAKE:

Advertisements

About shoran

Editor, redator, webdesigner, gamer, nerd, ex-otaku e o maior chato que você já conheceu xP -------------------------------------------------------------------- Editor, Writer, webdesigner, gamer, nerd, ex-otaku and the biggest pain in the ass you've ever met!
Gallery | This entry was posted in Ação / Action, Abril / April 2011, Análise / Analysis, Animes, Ao no Exorcist, Aventura / Adventure, Fantasia / Fantasy, Manga Based, Resenha / Review, Shounen, Sobrenatural / Supernatural, Tragédia / Tragedy, Vida Escolar / School Life, Violencia / Violence. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s