Hanasaku Iroha ep.13

Excelente episódio de Hanasaku Iroha desta semana. Ohana e o grupo de busca finalmente chegam com Satsuki no Kisuiso e isso causa uma série de situações engraçadas. Primeiro pelo fato dos funcionários gostarem dela, segundo por ela ser a irmã mais velha de Enishi, e terceiro que era, não só uma cliente problema, como também filha de Sui, que ao longo do episódio perde a postura que manteve até agora. Seguindo a política de sempre atender os clientes da melhor forma guardando dados de sua estadia, por ser a primeira vez de Satsuki ali como cliente, Sui e Ohana trabalham duro para deixar tudo da forma mais perfeita o possível para ela.

Spoilers

O episódio começa com desligando o telefone e dizendo que o grupo de Ohana estava na estação. Todos começam a se desesperar, e Sui, tentando manter a calma e a ordem, diz que Nako iria servi-la. Tarou pergunta senão seria melhor deixar Ohana encarregada por ela ser parte da família, e quando Enishi pergunta se ela mesma não poderia fazê-lo a gerente responde que ela seria o pior caso pois provavelmente acabaria estapeando a filha. Ela então completa que mesmo ela sendo o “inimigo”, ela não deixava de ser uma cliente.

Quando eles chegam, Satsuki sai do carro toda alegre dizendo que a pousada estava igual tirando o fato de ter ficado mais velha. Ela então passa por sua mãe e diz que ela também havia envelhecido. Visto que Sui respondeu apenas um obrigado, ela vai até seu irmão e começa a apertá-lo e Nako diz que iria levá-la até seu quarto. No quarto, Nako serve chá com um biscoito enquanto Satsuki vai dizendo coisas diferentes que poderiam tornar a pousada melhor, como por exemplo dar uma maior opção de kimonos para os clientes escolherem, servir um acompanhamento mais tradicional com o chá e como os olhos de Nako eram bonitos (?).

Nako sai do quarto e então encontra Tomoe e Enishi, que estavam no corredor ao lado do quarto conversando como Satsuki era cruel. Eles perguntam a ela como as coisas tinham sido e ela responde que a cliente era uma pessoa maravilhosa, contando então o que ela havia sugerido. Enishi pega um caderno para começar a anotar quando Sui aparece e lhe dá um tapa.

Enquanto Ohana limpava a frente da pousada começa a pensar na sua atual situação e seu passado, dizendo que ela que estava jantando com Ko em Tokyo não era ela de verdade, que o seu “eu” normal era aquele que trabalhava no Kisuiso. Satsuki brota de uma janela e pede para Ohana acompanhá-la numa caminhada até o templo local. Quando chegam no templo a mãe de Ohana diz que não havia absolutamente nada aquela região, e que a única coisa que gostava por ali era o festival. Ela então pergunta por que Ohana não fazia um pedido aos deuses, perguntando em seguida por que ela não pedia aos deuses para restaurar a relação dela e Ko. Vendo a reação da filha ela conclui que Ohana levou um fora e então diz que ela deveria se preocupar em impressioná-la ao invés de ficar pensando em sua vida amorosa.

Ohana volta para a pousada pensando no “ter levado um fora”, a ponto de ficar tão delisudida que acabou ignorando o pássaro gigante (só falta ser amarelo para virar o Garibaldo!) que sempre ficava em seu caminho. Chegando no Kisuiso, ela vê todos reunidos discutindo a cliente problema. Ren diz que ela foi até a cozinha e enquanto conversou com ele disse que ele não deveria ficar tentando prever a sal reação e que deveria tentar surpreendê-lo de outra forma. Tarou diz que enquanto estava limpando o banheiro ela foi entrando e ignorou o fato dele estar lá dizendo que os horários de limpeza deveriam se ajustar aos clientes enquanto tirava a roupa. Eles então acabam comentando que ela era muito melhor que “aquela” Takako que Enishi sempre chamava. Quando terminar de dizer isso, ele entra todo feliz na sala dizendo que Takako estava a caminho, o que faz com que Sui o pegue pelo colarinho e comece a esbofetá-lo de um lado para o outro enquanto diz que auilo era um problema do Kisuiso e da família Shijima.

Ohana encontra Sui em sua sala e as duas conversam sobre Satsuki. A gerente diz que ela não era apenas sua filha, mas também uma cliente e que seus sentimentos não deixariam que ela executasse seu trabalho com eficiência. Ela então diz que era a primeira vez de Satsuki como cliente da pousada, mas apesar disso as duas já a conheciam o bastante para criar uma boa estadia. Sui vai até a cozinha e pede para que os cozinheiros a deixassem usar a cozinha, enquanto Ohana pede para Nako deixá-la arrumar o quarto da mãe. Enquanto come, Satsuki diz que tudo estava uma delícia, e Nako então dá um prato e diz que era cortesia. Ela comenta que era algo muito simples para uma refeição daquelas, mas completa dizendo que era o seu favorito.

Ela vai tomar um banho e lembra de uma das discussões que teve com sua mãe quando era adolescente, pois ela queria tomar um banho e pediu para Mameji sair, mas Sui disse para ele continuar limpando pois clientes estavam chegando. Ela então tira a roupa e toma seu banho normalmente. Quando volta para o quarto vê um lençol enrolado sobre seu colchão e lembra que havia dito a Ohana que gostava de dormir abraçada em alguma coisa. Ohana e a gerente conversam sobre o que poderiam fazer para agradar a cliente e recebem uma ligação dela pedindo sake, cerveja, refrigerante e uma geisha, mas que na falta da geisha poderiam ser uma jovem e uma senhora.

As duas chegam no quarto de Satsuki, que enche um copo com cerveja e entrega para a mãe e pede para que ela bebesse. Ela pega o copo e sem evitar vira num gole só, as duas então entram e continuam. Ohana, jogada sobre a mesa, recebe um comentário das duas sobre ela ter ficado bêbada com refrigerante. Ela então comenta que sabia que Ko era importante para ela, mas quando percebeu já era tarde demais. Sui comenta então como uma mulher da família Shijima poderia desistir depois de levar um ou dois foras, dizendo então que para ficar com o pai de Satsuki teve que tentar quatro vezes. Ohana diz que não queria que ele ficasse ligando para ela toda hora enquanto ela atrasava sua vida, sua mãe então pergunta se ela queria voltar para Tokyo e ela diz que não que também possui uma vida e que ela era ali.

Algum tempo depois, Ohana e Sui haviam pegado no sono e a gerente acaba dizendo que havia sonhado que a filha havia assumido a gerencia da pousada e que sua neta estava junto. Quando Satsuki percebe que Enishi estava na porta. Ela então pede para que o irmão levasse sua mãe até seu quarto, e quando eles já havia ido, ela diz que ia fingir não ter ouvido nada. No dia seguinte, quando a cliente vai embora, ela deixa um envelope para a filha, que abre e lê Na carta estava escrito que apesar de ser retro, o Kisuiso estava sempre evoluindo para manter o espírito e que possuía uma equipe muito atenciosa, o que lhe proporcionou uma excelente visita. O episódio termina com Ohana no templo dizendo que estava levando as coisas para a frente e que não poderia olhar mais para o seu passado em Tokyo. Ela então grita de cima da colina pedindo desculpas a Ko e dizendo adeus.

Fim dos Spoilers

Estou sentindo que hoje estou escrevendo um pouco demais não? (xD)  Me diverti com o episódio pois foi o que teve a maior interação entre a família de Ohana e que Sui baixou a guarda, mostrando um lado que que se opõe a figura que ela teve até agora ao longo da série. Quando disse em outro post que “Ano Hana” deu um pau em “Hanasaku Iroha” no fator drama foi pelo fato de que apesar do começo aflitivo, as coisas já melhoraram bastante na série, e que apesar de ainda ter seus momentos, no geral as coisas estão indo muito bem.

Advertisements

About Barkk

Ex-redator do blog Yoi Yume
Gallery | This entry was posted in 2011, Abril / April 2011, Animes, Drama, Hanasaku Iroha, Original, Resumo / Summary, Romance, Seinen, Slice of Life. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s