Denpa Ona to Seishun Otoko – Conclusão

Bem, ninguém escreveu sobre o anime mas o Shoran prometeu que agora que entramos de férias ele vai colocar tudo em dia, então, esperem que provavelmente os posts atrasados irão ao ar logo mais.

Minha primeira impressão de “Denpa Ona” foi de um anime cheio de mistérios e que poderia ter um fundo de ficção científica e uma série de acontecimentos passados bem mais pesados e angustiantes do que apresentou. Na verdade, o passado que poderia vir a se tornar angustiante, que foi o período em que Erio esteve desaparecida, não foi revelado. Apesar disso, a série possui um fundo de melancolia bem sutil que acaba sendo formado por esses acontecimentos terem permanecido ocultos.

Uma coisa que darei tapas na cara de quem discordar é da qualidade da arte e da animação da série, que para mim garantiu este anime como o mais bonito desta temporada, algo que a Shaft nunca me decepcionou. Por outro lado, achei a estória bem fraca e o elemento moe forte demais, o que acabou tornando um anime tedioso para quem esta interessado em algo elaborado e ao mesmo tempo um anime maravilhoso para quem curte moeblobs e da mais importância aos personagens do que a estória.

A série, como um slice of life, como são categorizados animes que se passam em um período de tempo fixo contando a vida dos personagens, geralmente sem muita ação e com um elemento cômico mais forte, ficou abaixo da média. Muitas situações aleatórias, muitas coisas permaneceram sem explicação. Como já disseram em comentários no vasto mundo chamado internet, a série era sobre uma menina louca e seu primo com complexo de pontuação. Os links formados na série sugeriram a formação de um romance bem levinho à medida que Makoto foi ficando mais amigo de suas colegas.

No final da série, do episódio nove em diante, a foco do anime parece que foi meio alterado, pois mais da metade dos episódios se passou no campo durante um jogo de baseball entre o centro comercial do centro da cidade e o tradicional para ver quem poderia organizar o festival de verão. Nessa última seqüência foi introduzida a última personagem da série, Hoshimiya Yashiro, que foi a única na série inteira que deu a entender que possuía poderes de verdade, mas mesmo assim, nada claro. A série teve um final que na minha opinião foi bem vago. O fato de Makoto ter superado seu passado não justificou o final que não sugeriu nada, justamente pelo fato da ideia central da série não ser um problema ou trauma dele, mas sim de sua prima.

Em poucas palavras, se você se considera um otaku tipo B ou gosta de moeblobs, assista, caso contrário, não perca seu tempo a não ser que esteja interessado na arte da série. Esse era um dos animes que achei que teria o maior potencial para se tornar algo que ficaria na memória (pelo menos até o final do ano) e de certa forma me decepcionou, apesar de eu ter gostado do anime até o episódio oito, que foi quando as coisas começaram a me deixar entediado.

Advertisements

About Barkk

Ex-redator do blog Yoi Yume
Gallery | This entry was posted in 2011, Abril / April 2011, Animes, Comedia / Comedy, Comentários / Comments, Conclusão / Conclusion, Denpa Ona to Seishun Otoko, Light Novel Based, Seinen, Slice of Life. Bookmark the permalink.

2 Responses to Denpa Ona to Seishun Otoko – Conclusão

  1. Eu discordo da rewier.Eu gostei mt desse anime.O foco do anime foram as conversas.E isso fizeram mt bem.A historia nao foi tão trabalhada mais as converssas entre os personagens foram mt bem feitas.Lembra mt um anime que eu esqueci o nome que era baseado so em conversas e fez o maior sucesso.Um tipo de converssa ironico.Usando umas metaforas mais cabulosas para falar algo,mudando de assunto para outro nada a ver rapidamente como se nao fosse nada.So pegar uma conversa do makoto com a Ryuuko .Etc.Eu não sei explica direito mais esse foi um ponto alto do anime para mim.Gostei muito

    • Barkk says:

      Entendo o seu ponto, mas se formos pegar um anime que segue a mesma linha, “Bakemonogatari”, que também foi baseado em um light novel, a estória teve um desenvolvimento muito maior mesmo focando apenas nos diálogos. Talvém seja este que você estava se referindo, mas diferente de “Denpa Ona”, as situações possuiam uma coerencia muito maior com as situações nas quais os personagens estavam, enquanto neste em muitos momentos eu cheguei a perder o foco por entrarem em uma assunto que divergia completamente.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s