Sacred Seven ep.02

Esse episódio no mínimo me deixou intrigado. Primeiro sobre o clube o qual Aruma entrou, por que raios de motivos eles ficam pegando pedras aleatórias como se fosse uma coisa linda? Isso pra mim foi apenas pretexto para conseguir relacionar o clube ao tema inicial do anime. Segundo, por que com a super tecnologia e o monte de dinheiro que possuía foram usar um avião de pára-quedismo padrão para entrar no meio de uma tempestade com um monstro gigante? Terceiro, pelo que eu entendi, Ruri precisa usar uma gema toda vez para que Aruma se transforme, por que ela pulou do avião com uma maleta cheia e gema, jogou todas (o que no mínimo deve ter custado uns milhões) e pegou apenas uma?

Quarto, relembrando “Beck”, odeio tentarem fazer um falante de inglês nativo com o sotaque que puxa para o japonês. Ao invés de falar um inglês todo torto, poderiam pagar alguém com inglês fluente, que por ter sido um personagem sem importância, pagariam um cachê mínimo. Relacionado a personagens com “inglês fluente”, como Usui de “Kaichou wa Maid-sama“ ou Revi de “Black Lagoon”, eles poderiam ter colocado como dublador alguém que falasse inglês bem, como foi o caso de Beck, que além de cantarem muito bem, os dubladores haviam morado nos Estados Unidos e falavam perfeitamente. Okamoto Nabuhiko, dublador de Usui e atualmente Okumura Rin (Ao no Exorcist” faz um excelente trabalho, mas não no caso de Kaichou, que me deu aflição de escutá-lo.

Spoilers

O episodio começa com Ruri abrindo uma cortina, olhando para trás e falando “Aoi…”. Mostrando o colégio seguido de uma narração das amigas de Wakana, tudo fica bonito, a comida muda, árvores foram colocadas, e tudo isso apenas por Ruri tê-lo comprado. Aruma vai até a sala do diretor procurando os companheiros, olha uma foto de Ruri sobre a mesa e encontra Onigawara, que acaba meio que o assustando. Ruri e Makoto entram na sala e explicam que aquelas coisinhas flutuantes eram o poder da Darkstone e que ele conseguia rastrear seu poder. Eles explicam que as Darkstones se derivaram de sete pedras que vieram do espaço, chamadas de Sacred Seven, e que quando colidiram com a terra acabaram espalhando seu poder para objetos, que por sua vez, passavam-nos para pessoas.

Ruri pede mais uma vez a ajuda de Aruma e ele diz para ela pedir ajuda para a polícia. Ela diz que aquilo era impossível e que eles não conseguiriam enfrentar o poder das pedras. Ele diz que pensaria no caso e Makoto relembra que Ruri havia usado sua gema para salvá-lo. Depois que o herói sai da sala ela diz que não queria forçá-lo a fazer nada e o mordomo diz que se o levassem até Aoi ele provavelmente aceitaria e ela nega novamente, dizendo que não queria que ele ajudasse por sentir pena dela. Aruma vai até o rio e lembra das palavras de Makoto.

Naquele mesmo dia, numa base militar americana, o ninja sem nome joga a cobra laranja do primeiro episódio e ela entra em um avião, o qual estava carregado de armamento, e enquanto ele voava entra em uma das caixas e o explode. Mais tarde naquele mesmo dia, uma ventania atinge os arredores e uma Darkstone se forma dentro de uma nuvem vermelha gigantesca e puxa um navio cargueiro para dentro de si.

O clube de Aruma vai até o rio pegar pedras e Wakana reclama com ele por ele pegar, olhar e jogar as pedras de volta no rio. É mostrada então a cena de quando ele acabou com dezoito estudante, e a causa de tudo foi um deles ter arrancado uma gema que ele usava no pescoço e ter arremessado no rio, e graças aquilo ele ia para lá todos os dias procurá-la. Devido a isso, Wakana acabou encontrando-o, e em sua primeira conversa ela pegou uma pedra e começa a falar que ela passou por muitas coisas para chegar lá, dando-a então de presente para o rapaz. Na mansão de Ruri, Makoto e seu grupo de empregadas rastreia o motivo dos ventos fortes e percebendo que não havia uma causa vão até o local em um avião, descobrindo que se tratava de uma Darkstone. Ele conta a situação para a patroa e diz que aquilo havia sido o responsável pelo desaparecimento do avião militar alguns dias antes e que o maior problema era a criatura estar em posse de todo aquele armamento.

Makoto vai até a casa de Aruma e diz para ele acompanhá-lo. O protagonista pergunta se ele tinha idade para dirigir e o mordomo diz que sim, que possuía dezoito anos e era formado e Harvard, e por causa dele estava fazendo o colégio mais uma vez. Ele é levado até a mansão, onde Makoto mostra uma garota dentro de um cristal dizendo que ela era Aoi, a irmã de Ruri e que ela havia sido petrificada por uma Darkstone, enquanto seus pais foram mortos. Aruma repara em uma gema com formato de coração em seu pescoço e o mordomo diz que aquilo era uma lembrança dos pais e que Ruri havia usado a sua para salvá-lo. A patroa entra no quarto e lhe dá um tapa pois havia dito para ele não fazer aquilo.

Aruma decide que iria ajudar, eles então embarcam em um avião e entram na grande nuvem. Ruri diz que a Darkstone estava entre as nuvens e Makoto lhe entrega um paraquedas, dizendo que ele teria que pular para chegar no inimigo. O herói entra em pânico por descobrir que teria que saltar de pára-quedas e dizendo que não queria fazer aquilo. Onigawara diz que mostraria o ponto fraco do inimigo e que era para ele seguí-lo, nisso o avião balança e os dois caem pela porta que estava aberta. Ruri pula logo atrás e Makoto diz que ela esqueceu do pára-quedas e ela responde que não havia tempo para aquilo (lol).

Onigawara é engolido por um dos tentáculos do inimigo e Ruri alcança Aruma. Ele pergunta onde estava o pára-quedas dela e ela diz que não precisava de um pois ela acreditava nele e em seu poder. Ela então abre uma maleta, joga um monte de jóias no ar e pega apenas uma, que usa para ativar o poder do garoto. Eles continuam caindo e ele, que ficou calmo DO NADA, pede para seu poder lhe dar algo que voasse, formando uma prancha sob seu pés (opa! Agora virou skyboard!) e voando enquanto desviava do inimigo. Onigawara usa seu poder conveniente para criar uma seta apontando o ponto fraco do dragão e Aruma atira, transformando-o em pedra a afundando- no mar.

De volta a mansão, Makoto diz que ela não deveriade pender tanto dos poderes de Aruma, e Ruri diz que ele sempre a protegeria, mostrando uma cena de quando era pequena e estava no chão protegendo-se  e um garoto, que parecia ser o protagonista, com a mão transformada parando as vigas que haviam caído de uma construção. Ela então para e pergunta onde Onigawara estava, mostrando-o no fundo do mar com peixes em seu redor.

Fim dos Spoilers

Hmm… Como posso dizer… Não me atrai tanto pela série. A principio ter mostrado Perseu e a Medusa foi algo que realmente chamou atenção por um momento, o que me levou a achar que teríamos elementos de mitologia grega, o que para mim seria não só chamativo como de certa forma novo. Mas o que percebo é que aquilo foi no máximo uma pequena referencia pelo fato da Medusa ter o poder de transformar pessoas em pedra e a série girar em torno de pedras. Wakana ser uma viciada que pega pedrinhas e consegue filosofar quase a ponto de dizer que ela possuíam vida própria pra mim foi um pouco forçado demais. Por um lado acho legal pela “filosofia”, por outro, acho bem bobo e acho que eles poderiam ter conseguido algo melhor.

Nota: notem as caretas que Onigawara faz

Advertisements

About Barkk

Ex-redator do blog Yoi Yume
Gallery | This entry was posted in 2011, Ação / Action, Animes, Ficção Scientifica / SciFi, Julho/July 2011, Original, Resumo / Summary, Sacred Seven, Shounen. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s