R-15 ep.02

Well, depois do primeiro episódio com praticamente nada, este desenvolveu o inicio de uma rota com uma das heroínas em potencial, Sonokoe Utae, a ídolo gênio. Aparentemente esta segunda virou dia da idol, pois começando com “Idolm@ster” e em seguida R-15 com mais uma xD. De certa forma fiquei um pouco de saco cheio: primeiro pela nível de censura que deu vontade de arremessar o monitor pela janela, em alguns momentos a tela ficou literalmente branca para não mostrar uma menina de calcinha e sutiã. Segundo, um terço do episódio foi Taketo ditando uma estória que havia acabado de escrever para animar Utae. Bem, minha reação foi contraditória, pois ao mesmo tempo que fiquei com poker face olhando para a tela estava rindo por dentro em alguns momentos e fazendo face palm por não acreditar que eles realmente passaram algo tão descritivo do light novel para o anime, tornando o trecho propriamente dito (provavelmente xD) o trecho do novel.

Spoilers

O episódio começa com Utae fazendo um show enquanto tirava a roupa e depois se joga na multidão. É óbvio que era mais uma fantasia de Taketo, que estava na primeira fileira junto de Reika esperando o show terminar para fazer uma entrevista, lembrando então do outro dia, onde Buchou o ameaçou com seus seguranças caso ele não conseguisse uma boa matéria novamente. Ele olha a sua volta e vê que Utae conseguia conquistar a todos, incluindo Ran e Fukune, que estavam também na primeira fileira. O show termina com uma explosão feita por Tsukuru, que levanta a saia da menina e causa uma grande tela branca irritante anti calcinha.

Após o show, Taketo e Reika vão até o camarim e quando encontram Utae, Taketo tem uma hemorragia nasal instantânea e fica tão nervoso que não consegue falar, até que ela confirmou se ele era Akutagawa Taketo. Ele pergunta se ela o conhecia e a ídolo responde que era claro, afinal de contas, ele era o novelista colegial, em seguida perguntando que tipo de estória ele escrevia. Ele fica sem jeito, afinal de contas, era naquele momento que as garotas o esmurravam ou saiam correndo gritando. Reika, como sempre querendo ferrá-lo, diz na lata que ele escrevia pornô. Utae reage com calma e Taketo já estava começando a ver o pior.

Diferente do que estavam esperando, ela acha o máximo, dizendo que achava que escritores de estórias pornográficas eram pessoas assustadoras. Taketo diz novamente que Reika havia dito pornô e Utae diz que aquilo significava que ele escrevia coisas difíceis, dizendo que escrever sobre sexo era escrever sobre a humanidade, dizendo que havia ouvido aquilo de um professor e achou que ele estava corretíssimo. Ele tem um orgasmo mental e depois diz que seu sonho era fazer com que as pessoas compreendessem aquilo e então começa a entrevista, dizendo em sua mente que nunca havia imaginado que possuía fãs daquela idade, muito menos a ídolo numero 1 de seu colégio.

Depois da entrevista eles fazem uma seção de fotos e Reika diz que não iria fazê-lo pois não queria fotografar alguém falso. Taketo pede desculpas e Utae diz que um gênio poderia perceber, dizendo que adorava seu trabalho, mas que no fundo pensava se fazendo aquilo ela estava sendo ela mesma, e por pensar isso sentia que estava traindo seus fãs. Taketo conversa com Ritsu dizendo que a entrevista foi um fracasso e que ele não poderia resolver os problemas de uma ídolo que além de famosa era a garota mais popular de seu colégio. O amigo diz que aquilo era besteira e que ele era um gênio da literatura com fãs pelo país. Ritsu então pergunta se Taketo queria um presente da Espanha e ele responde que algo relacionado a touradas, o que faz a imaginação em nível BL de Ritsu disparar.

Buchou vai até Taketo e pergunta se algo estava errado, e com medo do pior, ele responde que não. Ela então diz que um cavalheiro jamais fugia deixando uma dama desamparada para trás. Enquanto é observado por Fukune, ele escuta as palavras da chefe e sai em busca de Utae, dizendo para si mesmo que naquele momento ela era sua maior fã. Ele procura o líder do fã clube da menina e ele diz que ela havia tirado o dia de folga. Taketo então sai pela escola procurando-a até que se depara com cartazes com setas, deixados por Buchou, e acaba encontrando-a na sala onde eram guardados os equipamentos de educação física.

Utae fica surpresa de ter sido encontrada e diz que costumava ir lá quando queria pensar, dizendo que era confidencial. Ela começa a dizer que não sabia como o mundo funcionava, e que comparada aos demais alunos ela era apenas uma criança, dizendo que para ele que possuía um trabalho de adulto ela se sentia ela deveria ser bem chata. Enquanto vai falando isso, Taketo começa a reparar sem “pequenos” detalhes que começam a deixá-lo animadinho, forçando-o ao máximo a conseguir manter o controle para não sair fantasiando besteira. Vendo que ele ficou vermelho, Utae pergunta se estava tudo bem e se ele estvaa com febre, encostando testa com testa e liberando o animal interior do escritor. Ele escreve uma estória completa numa lousa sobre um poeta e uma cantora que tinha um problema.

A estória consistia da cantora ter um problema que não poderia ser resolvido por ninguém além do poeta, que por encontrar limitações durante suas criações, conseguia compreendê-la. Taketo começa a contar a estória e Utae começa a acompanhá-la, e com isso, vai tirando a roupa aos poucos, dando mais tela branca para todos. Taketo acorda com o nariz sangrando e um convite para o show da menina ao seu lado. No dia do show, Reika tirava fotos e percebe que algo estava diferente, perguntando para o garoto se ele havia feito algo, e ele responde que apenas um entrevista, sem lembrar ao certo o que havia feito. O show termina com uma explosão, e diferente da última, ela da um sorriso. O episódio termina com Taketo em seu quarto olhando a pedra na qual havia escrito no primeiro episódio perguntando qual era seu verdadeiro “eu”.

Fim dos Spoilers

Podem falar mal a vontade, mas minha opinião sobre o anime continuará ambígua até que algo como fanservice desnecessário e forçado comece a estragar a série. Não digo que não esta forçado, pelo contrário, por causa do tema central R-15 é um anime fanservice, mas pelo menos tem algum contexto. A hora que perder esse contexto, caso aconteça, contem com minha sincera opinião para enterrar o anime com um trator  ù.ú .

Advertisements

About Barkk

Ex-redator do blog Yoi Yume
Gallery | This entry was posted in 2011, Animes, Comedia / Comedy, Ecchi, Julho/July 2011, Light Novel Based, R-15, Resumo / Summary, Romance, Seinen. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s