Steins;Gate ep.16

Correspondendo as minhas expectativas, outro excelente episódio de Steins;Gate, que ao mesmo tempo que uma parte dos problemas dos problemas foi resolvido, Suzuha consegue voltar no tempo, mas restava um problema, que era o fato da viagem ser apenas de ida sem possibilidade de voltar para o futuro. Esse foi, na minha opinião, um dos, se não o melhor, episódio até agora.

Spoilers

O episódio começa com Okarin encontrando o vendedor de bijuterias e pergunta que tipo de homem ele era. O vendedor diz que ele parecia um barril, mas em inglês, e Okarin e Suzuha perguntam se era Barrel Titor. Ele diz que não e apenas “barrel”. Mayuri diz que “barrel” no inglês significava “taru” em japonês, ou barril, e o vendedor diz que era aquilo mesmo, como um “taru” ou um “baloon” (essas de misturar línguas é osso), dizendo que não poderia informações sobre o cliente. Eles voltam para o laboratório e Okarin resolve usar o “time leap” para voltar no tempo e encontrar o pai de Suzuha.

No dia anterior, Okarin “volta da viagem” e repete o que havia feito para deixar todos informados. Ele então vai até a tenda e fica esperando Barrel, que para sua surpresa, acaba encontrando Daru. O assistente diz que queria fazer uma insígnia falsa caso não encontrassem o pai de Suzuha, e que seria horrível se ela não encontrasse seu pai e que pretendia fingir ser seu pai. Okarin briga com ele dizendo que não era aquilo que a menina queria e Daru então diz algo que ela havia pedido que ele não contasse para ninguém, que era o fato da máquina do tempo só ir para o passado.

Eles repetem o dia do conserto da máquina e no momento em que Suzuha estava conversando com Okarin na cobertura dizendo o quão bom havia sido conhecê-los, ele diz que iria mudar o futuro, dizendo que criaria um futuro igual aquele em que estavam vivendo, perguntando então se ela se arrependia das memórias que havia feito e perguntando se caso ela não os tivesse conhecido as coisas seriam mais fáceis. Ela então percebe que Daru havia contado o segredo para ele e diz que os anos 70 não eram tão ruins, e que provavelmente poderia fazer amigos como eles.

Quando o conserto já havia terminado, Mayuri observa Daru e Suzuha, que estavam se dando super bem, e depois de sair da máquina do tempo, repara no nome FG204. Ela pergunta para Suzuha o que era aquilo e ela diz que era o nome que seu pai havia dado. Okarin chega com Kurisu trazendo a bicicleta da menina dizendo que ela não poderia ir embora sem aquilo que ela tanto gostava. Mayuri então diz alto que havia conseguido entender e diz que descobriu quem era o pai da viajante. Ela diz que ele era uma pessoa muito próxima e que ela finalmente entendeu por que eles se davam tão bem, dizendo que seu pai era Daru.

Kurisu reage com naturalidade e diz que aquilo não era uma brincadeira engraçada e que aquele pervertido jamais poderia se casar com alguém. Okarin pede a explicação e ela diz que “Barrel” era “Taru” em japonês, que por sua vez era parecido com “Daru”, dizendo que eles eram parte do mesmo grupo de resistência e que haviam trabalhado na máquina do tempo em 2010. Ela então vira para o nome da máquina e diz que que aquela era a prova mais convincente: FG204, “Future Gadget 204”, com o complemento “2nd EDITION ver 2.31”, o mesmo complemento da câmera com hélice do último episódio.

Todos param nesse momento e Daru diz que Suzuha poderia chamá-lo de “papai”, recebendo um comentário de Kurisu que aquele não era o momento de bancar o pervertido. Eles se abraçam e ele pergunta se a mãe da menina era bonitinha, dizendo que queria uma baixinha com uma carinha fofa e peitões. Ela responde que manteria aquilo em segredo.Ela então embarca e diz que conseguiria o computador e que os veria em 35 anos, apesar de que pareceriam apenas algumas horas para eles. No dia seguinte, é anunciado que o satélite caído em Akihabara havia desaparecido e Kurisu, que olha a foto da medalha pergunta se aquelas letras eram as iniciais dos membros do laboratório.

Okarin olha para o medidor de divergência e a assistente pergunta se ele teria mudado se Suzuha tivesse conseguido com IBN5100. Daru comenta que naquele momento sua filha era 35 anos mais velha do que ele e Kurisu comenta que talvez ela já tivesse netos. A campainha toca e os quatro vão até a porta ver quem era. Eles vêem Mr. Brown, que entrega um envelope com o remetente Hashida Suzu. Daru pergunta como ele havia conseguido a carta e o proprietário responde que era de alguém que ele já havia cuidado dele e pediu para que ele a entregasse naquele dia. Eles perguntam onde ela estava e ele diz que ela havia morrido dez anos antes.

Eles sentam para ler a carta  e ela começa dizendo que estava no ano 2000 e que havia falhado, escrevendo falhado diversas vezes na folha. Ela diz que nos 24 anos passados ela havia esquecido de tudo, que o conserto da máquina estava imperfeito, mas não era culpa de Daru, e sim dela que quis parar em 2010 para encontrá-lo. Ela se desculpa pois por culpa dela o futuro não mudaria e que por ter esquecido seu dever acabaou desperdiçando sua vida não fazendo nada. Ela diz que se ele pudesse, ela queria que ele voltasse no tempo e não a impedisse no dia da chuva. Os quatro vão até Mr. Brown e perguntam como ela havia morrido. Ele diz que Suzuha havia se suicidado e que ela era mentalmente instável.

Os quatro voltam para o laboratório e ficam deprimidos depois de saber as verdade. Okarin se culpa pela máquina do tempo ter quebrado. Ele começa a mexer no computador e pensa que se as coisas continuassem daquele jeito Mayuri acabaria morrendo denovo, preparando então um D-mail. Mayuri pergunta se ele faria aquilo mesmo e diz que se ele fizesse tudo aquilo seria perdido, tanto aquelas memórias quanto Suzuha ter descoberto que Daru era seu pai. Ele então lembra de Suzuha pedindo para ele mudar o futuro independente do que acontecesse e envia a mensagem.

Okarin encontra Mr. Brown e vai com ele de carro enquanto falavam de Suzuha e ele comenta que gostaria de tê-la visto até o fim. Okarin pergunta se ela havia se suicidade e ele diz que ela havia morrido por causa de uma doença e que estava morando em sua casa. Ele diz que depois de um incêndio ele havia perdido tudo e ela o acolheu, dizendo que ela era um pouco estranha e que um dia perguntou para ela por que ela ajudava alguém que nem conhecia. Ela, enquanto limpava sua bicicleta, responde que em algum momentoda vida todos recebem ajuda. Ele entrega o “medidor de divergencia” para Okarin e diz que ela ficava olhando para ele de sua cama no hospital e ele percebe que o número havia mudado.

Ele volta para o laboratório e comenta que o número não havia passado de 1%, ficando preocupado com Mayuri e percebendo que estava quase na hora, apesar do metro ainda estar funcionando. Okarin sai correndo ao tentar ligar no celular de Mayuri e ninguém atender, mas quando chega no laboratório vê que a menina estava viva e dormindo. Daru diz que o telefone havia tocado mas ele não queria acordá-la. Okarin então percebe que a ampulheta havia se mexido e pergunta se havia salvo Mayuri.

Fim dos Spoilers

Uma coisa que sempre me deixa dúvida nessas séries que envolvem viagens no tempo é a questão do paradoxo temporal. Aquela dúvida de “e se eles não tivessem viajado, nada disso teria começado?”. Uma coisa que me deixou profundamente triste nesse episódio foi o momento do D-mail de Okarin, que depois de tanto trabalho para criar memórias felizes simplesmente apagou tudo com uma mensagem de celular, destruindo o momento no qual Suzuha havia conseguido encontrar com seu pai. Para quem já jogou “Kingdom Hearts” já deve ter sentido algo do tipo, pois SPOILER no “Chains of Memories” Sora perde todas as memórias do primeiro jogo da série, tanto que “Kingdom Hearts 2” começa sem ele ter as lembranças do Castle of Oblivion (acho que era isso) e sem saber como havia sido congelado.SPOILER

Advertisements

About Barkk

Ex-redator do blog Yoi Yume
Gallery | This entry was posted in 2011, Abril / April 2011, Animes, Ficção Scientifica / SciFi, Resumo / Summary, Seinen, Steins;Gate, Visual Novel Based. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s