Dantalian no Shoka ep.02

Dantalian está seguindo um padrão de uma estória diferente por episódio que tem relação com um livro fantasma diferente. O dessa semana foi sobre uma garota que habitava uma mansão e contratou Huey para avaliar o preço dos livros em sua biblioteca. Enquanto ficou na mansão, o tio da menina conta para o protagonista que ela recebeu várias propostas de casamento, mas tanto os noivos como empregados da casa acabavam desaparecendo sem deixar rastros, o que levantou a suspeita sobre um livro estar por trás disso.

Nesse episódio, mais do que no primeiro, ficou muito mais evidente que os cenários da série são fotografias que passam por edição e então usadas como fundo da animação. Sobre a abertura do anime, a animação ficou muito boa, mas achei que a musica não combinou muito, diferente do encerramento que está ótimo.

Spoilers

O episódio começa com Huey criança na biblioteca de Dantalian recebendo um livro e uma escritura entalhada em pedra da menina de cabelos rosa e ela dizendo que até o momento aquilo era tudo o que ele precisaria. Ele e Dalian vão até a casa de Estella Lilburn, uma jovem neta de um conhecido de seu avô, para fazer uma avaliação geral dos livros que ela tinha posse. Na ocasião ela fica sabendo da morte de Wesley e que Huey havia assumido o trabalho do avô assim como sua biblioteca. Ao ir até a biblioteca, o relógio da mansão toca uma melodia e Estella explica que seu avô havia construído-o para parecer uma caixinha de música.

Durante a tarde um homem, Martin Geese, se apresenta como tio e responsável de Estella. Ele estende a mão e Huey o cumprimenta com a esquerda, quando o anfitrião percebe a luva na mão direita, sem saber que ela cobria o emblema do contrato feito com Dalian. O protagonista pergunta por que ele forçava a sobrinha a viver lá e ele diz que ele não havia forçado-a, mas ela também não havia escolhido aquilo, dizendo que a causa era uma maldição. Martin diz que ela estava na idade para se casar e já havia tido vários noivos, mas misteriosamente todos acabavam desaparecendo, assim como servos da mansão. Ele diz que aquilo era culpa dum livro do avô da menina.

Durante a noite, Huey conversa com Dalian perguntando se ela estava gostando dos livros e ela responde afirmativamente, dizendo que ele possuía um gosto diferente do de Wesley, inclusive alguns que falavam da política de diversos países. Huey diz que havia descoberto um registro mostrando que as mortes causadas pela tal maldição havia acontecido no passado, mas cessaram e depois de algumas décadas voltaram a acontecer. Dalian diz que Livros Fantasma não amaldiçoavam, e quem acreditava naquilo era no mínimo retardado (gostei como ela foi direta e delicada xD).

Huey olha pela janela e vê Estella e Martin andando juntos, e quando diz para Dalian ela parece ficar animada e perguntando se eles estavam tendo um caso imoral. Huey diz que ele era casado como se ela estivesse se referindo ao fato de serem tio e sobrinha e ela diz que sabia, e por isso mesmo havia dito aquilo. O rapaz diz para Dalian que queria dormir e ela pergunta o que havia de mais. Ele diz que o quarto da menina era ao lado, em seguida perguntando se ela estava com medo da tal maldição. Eles escutam um grito e saem correndo, até encontrarem Estella coberta de sangue e um golem de pedra carregando o corpo do tio. O golem foge e sem a menor reação de espanto a anfitriã pergunta onde Martin estava. Huey diz que ele havia sido assassinado e ela diz que aquilo era uma pena e diz que precisava trocar o vestido que estava imundo de sangue.

No dia seguinte, Dalian explica que golems não possuíam consciência nem raciocinavam, e respondiam a ordens de alguém, dizendo que alguém queria Wesley morto. Enquanto procuravam o Livro Fantasma responsável pelo aparecimento do golem, Dalian diz que a família Lilburn havia vindo de outro país após uma série de assassinatos em suas terras. Estella entra na sala levando com sigo um assado que havia feito pois todos os empregados da mansão haviam desaparecido junto de Martin.

Desde o momento em que entrou na sala, ela insistia para que Huey a chamasse de Estella e não senhorita Lilburn, e durante a refeição, ela derruba um prato após ele não chamá-la pelo primeiro nome novamente. Ela se vira para a janela após a faca usada para cortar a carne desaparecer e o rapaz se desculpa. Ela diz que mesmo dizendo iria abandoná-la e ela então da uma facada na bacia de Huey.

Ela começa a dizer que não queria ficar sozinha e Dalian completa dizendo que para aquilo ela matava as pessoas. Depois de dizer isso, o golem cai, derrubando uma parede e mostrando a sala onde estavam os corpos de todos os empregados mortos. Dalian então diz para Huey que aquilo não era um livro amaldiçoado, mas uma família onde as mulheres tinham tendências homicidas. Estella pergunta por que Huey ainda se mexia e ele remove a faca, mostrando um livro no bolso que havia segurado a lâmina. Dalian continua dizendo que para ocultar os crimes da família, o avô criou o golem e ordenou que ele sumisse com as evidencias.

O golem parte para cima dos dois então Dalian diz para Huey abrir o portal. Ele recebe um livro e uma tábua de pedra. Ele Le o livro para criar uma barreira e protegê-los, e depois começa a ler as escrituras na pedra para jogar um raio sobre o golem. O rapaz percebe o quão exaustivo era ler dois livros ao mesmo tempo e mesmo depois de atacar o inimigo com um raio ele continuava de movendo. Dalian diz que golems eram imortais, e que para destruí-lo precisavam descobrir os 72 tons de Shem-há-mephorash que o controlavam. O protagonista lembra da música tocada pela torre do relógio e então a derruba, dando fim a criatura.

Depois de acertar a torre do relógio com um raio, ela começa a cair em direção a mansão. Huey e Dalian saem correndo e Estella diz que ficaria com aqueles que ela desejava que não a abandonassem, ficando na mansão enquanto ela desabava. Huey pergunta para a companheira se era tão difícil acreditar numa família amaldiçoada e ela diz que sim, que provavelmente o que causou aquela maldição foi a tradição da família de criar as mulheres de forma estrita e punitiva, completando dizendo que humanos amaldiçoavam humanos. O episódio termina com Huey fazendo um comentários sobre o cabelo de Dalian, que ela havia prendido, o que não era normal.

Fim dos Spoilers

De certa forma, a atitude de Dalian, para falar a verdade a personagem e si, me lembrou Victorique de Gosick. As roupas como parte da atitude e até mesmo a série para mim estão um tanto similares, a diferença era que esta da mais foco para o sobrenatural, enquanto a outra para os mistérios e conflitos que eram resolvidos como passatempo.

Advertisements

About Barkk

Ex-redator do blog Yoi Yume
Gallery | This entry was posted in 2011, Animes, Dantalian no Shoka, Fantasia / Fantasy, Julho/July 2011, Light Novel Based, Resumo / Summary, Seinen, Sobrenatural / Supernatural. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s