Usagi Drop ep.05

Hmm… ao post o//

Spoilers

O episódio começa com Daikichi acordando no meio da noite com Rin chorando. Ele levanta o cobertor e fala para ela deitar ao seu lado, mas a menina abraça seu coelho e vira de costas, ignorando-o completamente. De manha, Rin fazia bolinhos de arroz e Daikichi a ajuda a pegar uma vasilha, ela então diz que o avô/pai costumava fazer aquilo de manhã também. Enquanto tomavam o café da manha, ela diz que queria uma faca própria dizendo que não havia perigo pois haviam facas para crianças.

Rin e Daikichi pegam o trem até a casa da mãe e ele lembra da conversa que teve com Masako, que me deu a impressão que era meio tapada e não ligava para nada, combinando então de encontrá-la e fica surpreso dela ainda morar próxima da casa de Souichi. Daikichi deixa Rin na casa da mãe e vai até um restaurante onde haviam varias pessoas com os filhos. Ele se senta e escuta uma mulher conversando com o redator. O redator da mulher vai embora e ele liga para saber onde Masako estava, e por coincidência, ela era a mulher sentada na mesa de trás.

Dakichi leva um susto e vê o rosto de Rin quando se encontraram da primeira vez. Masako coloca as mãos no rosto e pergunta se ele era Souichi. Ela pede um sorvete e um parfait e Daikichi comenta que ela parecia uma criança. Ele entrega uma foto de Rin para ela que olha enquanto come e não demonstra nenhuma mudança emocional, só que fica constrangida quando ele pergunta do redator e do material que estava sobre a mesa, que deram a entender que ela era uma Mangaka. Daikichi pergunta se aquele foi o motivo pela qual ela abandonou Rin e diz que para a menina ela era apenas uma diarista. Ela diz que de fato era empregada de Souichi e que ficou surpresa quando descobriu que estava grávida pois foi na mesma época que havia começado a fazer sucesso, mas que em nenhum momento pensou na menina como sua filha.

Daikichi pergunta se por acaso ela costumava sair durante a noite e ela diz que só o fazia depois que Rin dormia, já que Souichi tomava conta dela de vez em quando. Ele então percebe como ela era irresponsável e pergunta se ela sabia que a filha acordava no meio da noite e pergunta se ela tinha idéia de como uma criança se sentia ao acordar e não ver ninguém por perto. Masako diz que desde o começo não sabia como criar a menina e que nunca se considerou mãe de verdade, e Daikichi diz que o avô queria que os três formassem uma família e pergunta se ela via algum problema em Rin continuar morando com ele e ela responde que não e que não tinha o direito de decidir isso. Daikichi então termina perguntando o que ela sentia pela filha e Masako responde que não sabia.

Os dois saem do restaurante e ela diz que tinha apenas um pedido, que era deixar Rin usar o nome da família dele quando fosse para a escola, dizendo que ter um nome diferente de seu guardião poderia ser um problema. Daikichi não entende bem o porque dizendo que até agora ela foi Kaga Rin e não vê porque e Masako diz que ela era uma mulher e seu nome poderia acabar mudando no futuro, que não era exatamente algo importante, e que pela filha ser mulher deveria se sentir da mesma forma. Daikichi continua dizendo que não via um motivo para fazê-lo e que a menina tinha apenas seis anos, e a mãe diz que a única coisa que importava era o seu nome, Rin, que havia sido dado por Souichi, e depois de dizer isso vai embora. Daikichi diz que não entendia o por que daquilo mas iria conversar com Rin e deixar com que ela decidisse. Masako pergunta se aquilo não era cruel demais e ele responde que estava fazendo o que achava melhor, opis seria cruel se ele forçasse aquilo sobre ela, e que a melhor forma seria discutir e decidirem juntos.

Na casa da mãe, Daikichi conta tudo e que Masako era um pouco fora do comum e não queria envolver outras pessoas no que fazia. Sachiko fica nervosa pensando quem ela era para abandonar sem mais nem menos um menina adorável como Rin. Daikichi fala sobre a mudança de nome e a mãe concorda com Masako, dizendo que uma criança deveria ter o nome do responsável. Ele pergunta como explicaria para ela e a mãe diz que ela era mulher, e de qualquer forma, quando ela se casasse aquele nome mudaria. Daikichi então diz que decidiu adotar Rin e que não passaria aquela responsabilidade para mais ninguém.

Os dois voltam para casa e Dakichi da para Rin a faca que ela tanto queria, mas ela só poderia usá-la em sua presença. Ela decide então que faria care, e enquanto cortava os legumes, ela fica na duvida de como cortar. Daikichi pega a faca e mostra como se fazia por morar sozinho a muito tempo ter a prática. Os dois comem, tomam banho e antes de dormir Daikichi pergunta se Rin gostaria de mudar seu nome para Kawachi. Ela pensa um pouco e diz que não , que seu pai era o avô (isso é MUITO confuso) e isso que importava, depois de uma pausa ela diz que Daikichi deveria continuar sendo Daikichi, o que o faz lacrimejar por um momento.

No outro dia acontece a formatura da creche de Rin. Daikichi liga para Masako durante a noite e diz algo enquanto ela desenhava. Ela responde que havia entendido, desliga o telefone, para de desenhar e começa a comer pudins, enquanto um rapaz em seu apartamento senta do seu lado e pede um. Depis do encerramento, Rin abraça Daikichi com um livro e se recusa a sentar em seu colo dizendo que uma amiga disse que apenas bebes sentavam daquele jeito. Daikichi diz que aquilo era mentira e que até adultos gostavam de ficar nos braços de alguém de vez enquando mesmo sem saber o por que. Ela se senta e ele diz que a seguraria independente de sua idade. Rin fica com lágrimas nos olhos e se desculpa por não ter abraçado Daikichi antes quando ele tinha chorado e que o faria da próxima vez. O episódio termina com ele se perguntando se ele estava criando Rin ou o contrário.

Fim dos Spoilers

O episódio me deixou uma certa dúvida: se Souichi nem Masako são loiros, por que Rin é? Sei lá, mas para mim isso foi o suficiente para dizer que ela não é filha de Souichi. Jovem, desleixada, beem desleixada pelo visto, Masako mostra não se importar muito com o que acontecia com Rin, mas depois da conversa com Daikichi no final do episódio e ter resolvido apelar para os pudins fiquei com a impressão de que ela se importa, ou no mínimo abandonou a menina por algum motivo maior, como não poder cuidar da menina e achar melhor ela ficar com outra pessoa.

Advertisements

About Barkk

Ex-redator do blog Yoi Yume
Gallery | This entry was posted in 2011, Animes, Drama, Josei, Julho/July 2011, Manga Based, Resumo / Summary, Seinen, Slice of Life, Usagi Drop. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s