Steins;Gate – Conclusão

Bem galera, antes de mais nada desculpem pelo período no qual ficamos sem escrever. A temporada passada de certa forma não foi das melhores apesar das boas expectativas que tínhamos, e por conta disso acabamos parando com tudo. O principal motivo disso foi o excesso de conteúdo para pouco tempo. Em suma, todo meu tempo livre estava sendo dedicado ao blog e comecei a ter pequenas crises por não conseguir assistir algumas séries que estava guardando nem de jogar nada.

Começarei agora nesse post começar a adotar um estilo diferente e isso implica que eu NÃO VOU RESUMIR NADA ALÉM DO NESCESSÁRIO. Me desculpem os que gostavam dos resumos mas vou ter que parar ou reduzir o número que por levar uma média de 2 horas para fazer um post completo de resumo sinto que poderia investir em mais conteúdo, como os prometidos jogos e mangas. Bem, vamos ao que interessa.

Meu comentário: essa série é ÉPICA. Muitos ficaram incomodados com o primeiro episódio por pouquíssimas coisas terem feito sentido. Bem, a série tem como tema viagem no tempo, distorções temporais, teoria da conspiração baseada em fatos reais (sim, John Titor, IBM5100 e muitas outras coisas existiram) e personagens com suas qualidades(otakus). Admito que a principio não gostei muito por não ter entendido nada, mas depois descobri que isso foi a primeira reação de muita gente (xD). O nome do próprio episódio é muito auto explicativo (Prólogo ao início e final) e para quem assistir a série até o penúltimo episódio vai entender perfeitamente o por que.

Para quem não acompanhou a série ou post anteriores, a série se passa em Akihabara em torno de Okabe Rintarou (que se denomina Hoouin Kyouma e chamado por seus amigos de Okarin), um jovem de 18 anos que possui um laboratório com seu companheiro, Hashida Itaru (ou Daru) e Shiina Mayuri. Um certo dia, Okarin e Mayuri estão em Akihabara para assistir uma palestra sobre viagem no tempo e o protagonista encontra uma menina ruiva, que depois descobre ser a Makise Kurisu, uma garota de 18 anos criada nos Estados Unidos e reconhecida mundialmente como um gênio da ciência. No mesmo dia, ele escuta um grito nos corredores e se depara com Kurisu caída sobre uma poça de sangue. Depois disso, ele sai do prédio chocado com o que viu e manda uma mensagem para Daru, e por um momento percebe que tudo a sua volta estava completamente vazio, até que é chamado por Mayuri e volta a si. Quando percebe um alvoroço a sua volta, olha para cima e vê um satélite caído no prédio que havia acabado de sair. Mais tarde naquele dia, Okarin descobre que havia mandado uma mensagem via celular para o passado e que Kurisu estava viva.

O desenvolvimento da estória é bem interessante e eu a divido em 5 partes: inicio (onde todos são apresentados), desenvolvimento do time leap, “8 Infinito” (Haruhi FTW), resolução e recomeço. Isso foi um conceito próprio mas auto explicativo. A série começa confusa e são introduzidos os personagens; Depois de descobrir o que estavam fazendo, começam a desenvolver e completam o projeto; Com o projeto completo, Okarin descobre que estava preso em um círculo vicioso; O protagonista começa a correr atrás de tudo para desfazer o que havia feito; Novamente me referindo ao primeiro episódio, tudo termina e recomeça.

Acho que acabei botando um pouco de medo, mas não se preocupem que que perto de “Serial Experiments Lain” isso aqui é Ursinhos Carinhosos.

Como não terminei os resumos, vou fazer um pequeno spoiler contando o final da série.

Spoilers

Depois de desfazer o D-mail de Ruka, Okarin vai atrás de Moeka, que seria o maior problema. Ele monta um plano com Kurisu e vai até o apartamento de Moeka, onde a encontra abandonada pelo FB e acaba trocando socos com ela para convencê-la a ajudá-lo. Após praticamente um estupro, ele fica sabendo onde IBN5100 estava escondido. A assistente o impede de recobrar a máquina para encontrar o tal FB, pois Moeka só acreditaria numa mensagem vinda dele.

Após seguir os transportadores do computador, descobre que o receptor final que manda a máquina para o exterior do país era Mr. Brown. Okarin e os outros vão perguntar a ele o que estava acontecendo em uma manha e para a surpresa de Moeka ele se identifica como o FB. Ele leva todos até os arredores de uma construção por sua filha estar em casa e depois de dizer o que acontecia ele mata Moeka por ela tê-lo traído e em seguida se matando. Okarin consegue desfazer o último D-mail e recuperando o IBN5100, faltando apenas hackear o SERN para ele poder voltar para sua linha temporal original.

Nesse período de tempo, e para mim a melhor parte da série, Kurisu descobre que na outra linha ela morreria e que Okarin estava adiando a continuação do plano e mais uma vez havia visto Mayuri morrer com esperança de que algo mudasse. Depois de um episódio inteiramente focado nos dois, Kurisu diz para ele salvar Mayuri e vai para os EUA. Quando Daru começa a deletar os dados do laboratório do banco de dados do SERN, Kurisu volta correndo para o laboratório para dizer que o amava Okarin no exato momento que ele vai embora.

Na linha original, Okarin continua sua vida mas pensando em Kurisu, até que após os créditos do episódio 22 ele recebe uma ligação de Suzuha dizendo que havia vindo do futuro e que só ele poderia ajudá-la. Dessa vez, ela conseguiu parar o satélite sobre o prédio sem problemas e sabia de detalhes que não sabia antes, como Daru ser seu pai e a máquina do tempo poder viajar para os dois sentidos, além de poder carregar mais de uma pessoa.

Os dois voltam até o dia em que Kurisu foi assassinada e ele refaz o dia por outra perspectiva, que deixa claro muitos fatos do primeiro episódio. Okarin escuta Kurisu e o doutor Nakabachi conversando até descobrir que ele era o pai da garota. Ela levou para ele papéis com uma teoria de viagem temporal e ele tenta roubar os papéis da filha dizendo que publicaria em seu nome. Okarin entra entre os dois para proteger Kurisu, e o pai da garota saca um canivete achando que eles estavam se opondo a ele. Ele ataca o protagonista mas deixa a arma cair, e enquanto o doutor estrangula a filha, ele o ataca com o canivete mas acaba acertando a assistente sem querer. Nisso o doutor foge com os papéis e Okarin solta o grito que o levou até lá.

Depois de voltar para o ponto de onde havia vindo, ele fica em estado de choque por descobrir que havia sido o responsável pela morte da assistente e Suzuha diz que aquilo fazia parte do plano do Okarin do futuro, e então mostra uma  mensagem dele mesmo dizendo que deveria enganar o ele do passado para poder inverter toda a situação sem alterar o tempo. Ele termina falando sobre o Steins Gate, El Psy Congroo e Operação Skuld, e após dizer tudo isso, diz para si mesmo que desde o começo não fazia nenhum sentido.

Ele bola um plano para não deixar Mayuri tirar o “Metal Upa” da máquina, que foi o que salvou os papéis da máquina do tempo, e usando um teaser, deixaria Kurisu inconsciente sobre uma poça de líquido vermelho que parecia sangue. Ele segue com o plano sabendo que a máquina do tempo só poderia fazer mais uma viagem de ida e volta. Ele consegue o “Metal Upa” e depois se esconde na sala do assassinato.

Na sala ele revê a lâmpada que estava com o liquido e descobre que ele havia secado. Nisso, Kurisu e o pai chegam na sala e ele fica tentando pensar como resolveria a situação. Ele faz uma entrada de super herói e quando é ameaçado por Nakabachi o provoca. Okarin acaba sendo esfaqueado e o doutor foge. Kurisu o segura preocupada e então ele a deixa inconsciente com o teaser e coloca a mão no corte para derramar mais sangue. Enquanto Suzuha o carregava dali o mais rápido o possível para o seu eu passado não o encontrar e para poder fazer um curativo na ferida, ele pede para ela esperar, e enquanto vê a si próprio deseja boa sorte na suas próximas 3 semanas mais longas e divertidas de sua vida. Na volta para seu tempo, Suzuha desaparece por eles terem conseguido salvar o futuro e eles se despedem até 7 anos depois, quando ela nasceria.

Alguns dias depois, Mayuri vai até o hospital levar flores para Okarin quando descobre que ele havia saído e enquanto o procurava encontrou Ruka, Feyris, Moeka, que estava trabalhando para o Mr. Brown, e Daru, entregando a todos uma pequena medalha com inicias de todos os membros do laboratório. Uma das medalhas ele havia colocado em uma caixa, dizendo a Daru que aquele membro chegaria dali a 7 anos. Andando por Akihabara, Okarin estava se perguntando onde Kurisu estaria, até que por um momento tudo para e os dois se cruzam. Ela o agradece por tê-la salvo, e aparentemente lembrando dos eventos das linhas passadas, tanto que ela diz para ele não chamá-la de Cristina e que ela não era sua assistente, então, encerrando a série com os dois frente a frente.

Fim dos Spoilers

Fiquei feliz com o final, e nos últimos 3 episódios tive acessos de “QUERO MAIS AGORA”. Já disse em posts passados que os melhores romances possíveis não são como em shoujos, mas sim em shounens e seinens, que muito mais provocam do que de fato entregam o que queremos que aconteça. Para felicidade minha e de quem gostou, foi anunciado um filme, que ainda não se sabe qual será o conteúdo e nem a data de lançamento.

A série foi criada a partir de um Visual Novel para Xbox 360 com ilustrações do ilustrador pai também da Blackrock Shooter (que terá seu anime no final do ano) Huke. A série ganhou uma versão também para PSP este ano. O Shoran jogou e disse que os dubladores estão diferentes do anime, ou seja, sem “tuturu” da Mayushi  (D:) .

Para encerrar, Steins;Gate foi uma das melhores séries que já assisti não deixando a desejar em nenhum ponto, fora o começo caótico e a agonia (que para mim foi um elemento essencial). Quem quiser, recomendo nosso amigo Google para procurar mais a fundo elementos da série, como o CERN, John Titor e outros decorrentes do suposto viajante do tempo. Fico por aqui e deixo algumas ilustrações do Huke para fechar a série.

Advertisements

About Barkk

Ex-redator do blog Yoi Yume
Gallery | This entry was posted in 2011, Abril / April 2011, Análise / Analysis, Animes, Conclusão / Conclusion, Ficção Scientifica / SciFi, Games, Huke, Ilustrações / Illustrations, Light Novel Based, Resumo / Summary, Seinen, Steins;Gate. Bookmark the permalink.

2 Responses to Steins;Gate – Conclusão

  1. Realmente esse anime merece ser considerado um dos melhores do ano, senão o melhor. Boa crítica.

  2. Ana says:

    Realmente muito bom o resumo o/ eu acabei de ver a série hoje e vim procurar um pouco mais sobre ela e acabei achando seu post !
    Concordo com você , Steins Gate foi uma das melhores séries que eu já vi.. apesar de não entender absolutamente nada no primeiro episódio me senti presa na trama de tanta curiosidade que senti ! Valeu a pena em ver até o finalzinho !

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s